Apetite embalado

Na hora de sentar-se à mesa, lembre-se de desligar a música. Se não for possível, escolha uma mesa afastada das melodias. Estudo alerta para o risco que você corre do…

Tempo de leitura: 2 min.

Na hora de sentar-se à mesa, lembre-se de desligar a música. Se não for possível, escolha uma mesa afastada das melodias. Estudo alerta para o risco que você corre do playlist embalar o apetite.

Leia mais:

Música apimentada – Veja o que acontece quando o paladar sai do tom
Na ponta da língua – Programa cria cardápio a partir de músicas

Segundo estudo realizado pelo Departamento de Psicologia da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, quem come ouvindo música consome certa de 100 calorias a mais em cada refeição que quem se serve tendo o sliêncio como companhia.

Isso porque o som induz as pessoas a continuar mais tempo sentadas à mesa e, consequentemente, a comer mais.

Ao abrir mão da trilha sonora, você economia centenas de calorias por ano e deixa de desafinar na balança.

Esta dica é do meu livro Ponto de Equilíbrio. Para baixar e consultar no tablet sempre que quiser, visite a home do site – clique aqui.

Gostou desse artigo? compartilhe
Você em primeiro lugar

Junte-se a mais de 100,000 pessoas que recebem conteúdos semanais por e-mail.

Lucilia Diniz desmistifica o que significa viver bem a vida, por dentro e por fora.

Digite um endereço de e-mail válido.
COMPARTILHE ESTE POST
Instagram
YouTube
LinkedIn
Confira também