O excesso do bem

Tanto os hábitos como os transtornos alimentares acompanham o comportamento da sociedade. Por conta disso, aumentam os casos de ortorexia, um novo distúrbio do comportamento alimentar caracterizado pela obsessão em…

Tempo de leitura: 3 min.

Tanto os hábitos como os transtornos alimentares acompanham o comportamento da sociedade. Por conta disso, aumentam os casos de ortorexia, um novo distúrbio do comportamento alimentar caracterizado pela obsessão em comer saudável. 

Leia mais:

Meu pulo do gato – Veja como perdi e mantenho longe mais de 60 quilos
Reeducação alimentar – Conheça o cardápio que mudou a minha vida

Talvez você conheça alguém assim. Ou venha se identificar, já que o transtorno é relativamente novo.

Um dos sintomas mais percebidos de quem tem ortorexia é condenar aqueles que não têm uma alimentação saudável.

Os outros são mais silenciosos e difíceis de identificar, como deixar de comer quando não há alimentos considerados aptos, o que preocupa cada vez mais nutrólogos e os nutricionistas.

A ortorexia é o reflexo de nossa era no ambulatório, em que blogueiras fitness ditam um novo comportamento socialmente aceitável.

A preocupação com uma alimentação baseada apenas em itens naturais, integrais, orgânicos e sem corantes, gordura trans, conservantes e, em alguns casos, isentos também de glúten e lactose, tem passado dos limites.

O extremismo pode levar à deficiência de ferro, zinco, vitamina B12 e cálcio no corpo.

Embora ainda não tenha sido reconhecida como doença pela Organização Mundial da Saúde, além da debilidade fiísica provocada pela falta de nutrientes, a obsessão pode levar a problemas psicológicos, como depressão, irritabilidade e insônia.

Com este quadro, a pessoa ortoréxica pode sofrer de anorexia, anemia, aumentar o risco de doenças imunológicas, hipertensão e outras.

Uma vez diagnosticada, o tratamento deve ser feito com um psicólogo e com um nutrólogo ou endocrinologista.

Gostou desse artigo? compartilhe
Você em primeiro lugar

Junte-se a mais de 100,000 pessoas que recebem conteúdos semanais por e-mail.

Lucilia Diniz desmistifica o que significa viver bem a vida, por dentro e por fora.

Digite um endereço de e-mail válido.
COMPARTILHE ESTE POST
Instagram
YouTube
LinkedIn
Confira também